Mais um delator na Lava Jato

A TV Globo informou que o ex-diretor da Odebrecht Shinko Nakandakari, um dos 11 operadores do esquema de propinas da Petrobras, fechou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal.

Sabe para quem ele operava? Para Pedro Barusco e Renato Duque. O mesmo Renato Duque que o STF, ontem, decidiu deixar em liberdade.

As denúncias de Shinko Nakandakari devem conduzir o inquérito diretamente ao PT. O número 11 Romário é contra o impeachment. Mas é para lá que está caminhando inexoravelmente a Lava Jato.