Mais uma 'coincidência' nazista de Alvim

A frase destacada mais cedo por O Antagonista não é a única “coincidência” entre as ideias do nazista Joseph Goebbels e o vídeo divulgado ontem pelo secretário de Cultura de Jair Bolsonaro, Roberto Alvim.

A partir dos 2:07 de seu vídeo, Alvim diz: “Ao país a que servimos, só interessa uma arte que cria a sua própria qualidade a partir da nacionalidade plena e que tem significado constitutivo para o povo para o qual é criada”.

Em abril de 1933, em carta aberta ao regente Wilhelm Furtwängler, o então recém-empossado ministro da Propaganda do regime nazista escreveu que, em sua opinião, só podia existir “uma arte que no fim cria a sua própria qualidade a partir da nacionalidade plena (…) e tem significado para o povo para o qual é criada”.

Carluxo vai levar? Saiba mais

A frase de Goebbels está transcrita em “Joseph Goebbels: uma Biografia”, livro do historiador alemão Peter Longerich lançado em 2015.

Comentários

  • Luciano -

    Uma coincidência dessa não existe. É plágio! E estarrecedor!

  • Super -

    Eosse idio.ta soletrou a biografia de Goebbels e decorou alguns pensamentos do próprio, depois gravou o vídeo patético pensando que iria causar com sua "alta cultura". Tristes tempos...

  • Fátima -

    Que merda, hein, Alvim! Já não basta as besteiras do presidente?

Ler 14 comentários