Mais uma delação premiadíssima?

A Rodonorte, empresa do grupo CCR, promete entregar detalhes do esquema de propina do ex-governador tucano Beto Richa.

Um ex-motorista da empresa já contou ao Ministério Público que entregou malas de dinheiro na sede do governo, no Tribunal de Contas do estado e na associação das empresas concessionárias.

Apesar da boa perspectiva, é preciso ficar de olho.

Em São Paulo, a CCR deu um baile no Ministério Público, entregou apenas ‘caixa 2’, pagou uma multinha de R$ 81,5 milhões e ainda viu suas ações valorizarem R$ 2,6 bilhões na Bolsa.

O Congresso mostra seus dentes: o governo Bolsonaro vai levar a mordida? SAIBA MAIS
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 28 comentários
TOPO