Manaus entra em alerta diante de possível "segunda onda" de casos de Covid-19

Manaus entra em alerta diante de possível “segunda onda” de casos de Covid-19

Manaus, que já sofreu bastante durante a pandemia da Covid-19, está se preparando para uma possível “segunda onda”.

O prefeito da capital amazonense, Arthur Virgílio Neto (PSDB), acaba de anunciar que vai editar um novo decreto de situação de emergência no município.

Registros recentes da equipe de vigilância epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde vem mostrando um aumento na demanda espontânea de pacientes com suspeita de Covid-19. Manaus tem 11 unidades básicas de saúde.

Novo lockdown ainda não está previsto, porque, segundo Virgílio, é preciso acompanhar melhor a situação nos próximos dias, para confirmar ou não a existência de uma possível “segunda onda”.

Somente em setembro, até ontem, Manaus registrou 4.158 novos casos da doença. Em igual período de agosto, foram registrados 3.971 novos casos.

Neste mês, houve aumento de 6% na ocupação dos leitos públicos de UTI e 10% nos leitos privados. Nos leitos clínicos, houve crescimento de 20% de ocupação na rede pública e 30% na privada.

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 15 comentários
TOPO