Manda bala, Sergio Moro

O herói do Antagonista, o juiz Sergio Moro, decidiu abrir os depoimentos de delação premiada do doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. São os depoimentos que não trazem os citados com direito a foro privilegiado — a divulgação dos nomes dessa escumalha está prevista para ocorrer no final do mês.

Sergio Moro explicou a sua decisão: “Seguindo os mandamentos constitucionais, o trato da coisa pública, aqui incluído o processo de supostos crimes contra a administração pública, deve ser feito com transparência e publicidade. Não se presta o Judiciário para ser o guardião de segredos sombrios”.

Para nós, a estratégia de Sergio Moro é clara: enrolar ainda mais o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, que teve a sua prisão preventiva rejeitada pelo STF, e o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

Manda bala, Sergio Moro.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200