ACESSE

Mandetta: "Há dois extremos que estão se esgotando"

Telegram

A Folha de S. Paulo perguntou a Luiz Henrique Mandetta se ele vai se candidatar a presidente em 2022.

Ele respondeu:

“Eu sei lá! Eu não sei é de nada. Agora o que eu sei é que preciso cortar o cabelo”.

De qualquer maneira, ele aposta no fim da polarização:

“O que a gente percebe é que há dois extremos que estão se esgotando. Há os que defendem cegamente o Lula. E há os de direita, que acreditam que tudo é uma conspiração para acabar com o Bolsonaro. Há condições para um diálogo de reconstrução nacional.”

Leia também: Os negócios de Lulinha: não tem crise para o 'Fenômeno'

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 69 comentários