Mandetta levou a Bolsonaro plano de abertura gradual sob condições favoráveis

Mandetta levou a Bolsonaro plano de abertura gradual sob condições favoráveis
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Luiz Henrique Mandetta levou para a reunião ministerial com Jair Bolsonaro um plano de relaxamento gradual das medidas de isolamento, a partir do dia 13 de abril – a ser aplicado onde o número de casos de Covid-19 não comprometa mais de 50% da capacidade instalada de UTIs.

Mandetta propôs a adoção de uma escala de horários para o transporte público e o comércio. Parte do plano foi anunciada na coletiva pelo secretário de Vigilância da Saúde, Wanderson Oliveira.

“É um começo de flexibilização para uma transição gradual, de onde está implementado um distanciamento social ampliado, como São Paulo e Distrito Federal — migrar gradualmente e com segurança, para o distanciamento social seletivo”, disse.

Leia também aqui.

Leia também: Covid-19: Mandetta vence uma batalha. Vencerá a guerra?
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO