Manifestação pró-Bolsonaro lembra Collor, diz Marco Aurélio

Marco Aurélio Mello ironizou as manifestações a favor de Jair Bolsonaro previstas para todo o país neste domingo, 26.

“O governo precisa de defesa? Eu acho que não. Eu conheço protesto para se reivindicar alguma coisa, para reclamar. Para dar apoio ao governo, não vejo num estado democrático essa necessidade. É inusitado”, declarou o ministro do STF, segundo o site Jota.

Marco Aurélio lembrou também o caso de Fernando Collor, seu primo, que o indicou para o Supremo quando era presidente.

A ESTRATÉGIA PARA FAZER A "NOVA POLÍTICA" SE CURVAR À "VELHA POLÍTICA". Leia aqui

“Me lembra o ex-presidente Fernando Collor, que conclamou para saírem de verde e amarelo, mas as pessoas saíram de preto.”

Comentários

  • Virgilio -

    Ao ouvir esse ministro fico pensando se a desfaçatez tem origens genéticas, o Prersidente não conclamou ninguém, foram seus eleitores que saíram em defesa da democracia e do presidente.

  • Paulo -

    Um ministro do STF deveria, antes de mais nada, se abster de comentários com essa frequência de Marco Aurélio. A boa notícia é que queira ou não será defenestrado daqui a dois anos. Que vá com

  • Marco -

    Este Sr não é o mesmo que foi indicado pra posição que estar, por este mesmo primo há quem ele se refere ? Tal de color de Melo ?

Ler 451 comentários