Manoelzinho do Táxi, conselheiro do TCDF

A ONG Transparência Brasil divulgou um relatório em que mostra que 23% dos conselheiros de Tribunais de Contas pelo Brasil são alvos de investigação, processo ou receberam punição na Justiça.

Em Brasília, um dos conselheiros é Manoel Paulo de Andrade Neto, conhecido como Manoelzinho do Táxi.

Antes de ser indicado para o cargo vitalício pelo então governador Joaquim Roriz, 17 anos atrás, ele presidiu o Sindicato dos Taxistas do Distrito Federal e foi deputado distrital.

No ano passado, o Tribunal de Justiça local condenou o conselheiro por improbidade administrativa por “atuar com interesse pessoal” em ação sobre irregularidades do serviços de táxis na capital do país.

Em 2014, o cidadão pediu vista do processo, em tramitação no tribunal de contas desde 2008.

Faça o primeiro comentário