Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mara Gabrilli sugere que toparia ser vice de Mandetta

A senadora do PSDB disse que seu partido não precisa se sentir obrigado a ter candidatura própria ao Planalto em 2022
Mara Gabrilli sugere que toparia ser vice de Mandetta
Foto: Pedro França/Agência Senado

O presidenciável Luiz Henrique Mandetta (DEM), como registramos mais cedo, sinalizou que Mara Gabrilli (PSDB) poderia ser uma boa vice em eventual chapa presidencial em 2022.

A senadora gostou da ideia. Ela disse a O Antagonista:

Mais uma vez, Mandetta mostra sua sensibilidade e senso democrático, algo que se exige de um presidente da República, ao reconhecer a representatividade feminina, ainda mais por meio de uma mulher com deficiência.”

A senadora acrescentou que Mandetta “é um amigo que fiz e um homem público que aprendi a admirar ao longo dos oito anos em que trabalhamos juntos na Câmara dos Deputados”.

Sem dúvida, ele agrega voz de comando, razão e a humanidade que nosso país tanto carece hoje. No momento em que discutimos possíveis alternativas para o Brasil, me sinto honrada em ter meu nome colocado junto ao dele.”

O líder do PSDB no Senado, Izalci Lucas, como noticiamos, ironizou a sugestão de Mandetta e defendeu candidatura própria do PSDB. Mara discorda que o partido tenha de se sentir obrigado a lançar um nome.

“Ainda em janeiro, afirmei que o PSDB tem muitos nomes preparados para assumir a presidência do Brasil, como o senador Tasso Jereissati e os governadores João Dória e Eduardo Leite. Mas citei também nomes de fora do partido, como o próprio Mandetta. É importante participarmos ativamente desse processo de composição para escolha do melhor nome para o Brasil, mas não acho que exista a obrigação de termos alguém do PSDB na cabeça de chapa. O momento é de construção. Isso inclui pensarmos em todas as possibilidades que agregam ao país.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO