Marcelo Miranda vai para quartel da PM no Tocantins

Telegram

A Justiça Federal manteve hoje à tarde a prisão preventiva de Marcelo Miranda, ex-governador do Tocantins, suspeito de ligação com um esquema de corrupção e lavagem de dinheiro que pode chegar a R$ 300 milhões, registra Fausto Macedo.

Em audiência de custódia, o juiz João Paulo Abe, da 4.ª Vara Federal de Palmas, apontou a existência de “graves elementos” envolvendo Miranda.

Abe decidiu encaminhar o ex-governador para uma sala de Estado-Maior no comando geral da PM do Tocantins.

Comentários

  • DARWIN -

    Multinacionais que parciparam de falcatruas no setor de saúde no RJ fizeram o mesmo no Tocantins.

  • Marcelo -

    A maioria dos ministros do STF acha que os delatados apresentarem suas alegações antes dos delatores é mais importante do que terem roubado R$ 300 milhões, como esse cretino.

  • Darci -

    Que merdha de país é esse, não somos todos iguais perante a justiça, pq um calhorda corrupto deste tem que ficar em sala especial, tinha que ir pra presídio segurança máxima

Ler 8 comentários