MARCELO ODEBRECHT: "NÃO TEM COMO ACIONAR TB O LEWAN...?"

Como já mostramos, a Polícia Federal investiga tentativas de obstrução da Lava Jato por parte de André Esteves e Marcelo Odebrecht.

As suspeitas são reforçadas pela delação de Antonio Palocci, que disse ter presenciado Lula determinando a José Eduardo Cardozo que transferisse os delegados da operação – o que o então ministro da Justiça se recusou a fazer.

O depoimento de Palocci – que virou delator – encontra respaldo numa série de emails entregues pelo ex-presidente da Odebrecht.

A PF ESTÁ NA MIRA. SERGIO MORO TAMBÉM. Leia aqui

Nas mensagens, segundo relatório da Polícia Federal, os executivos da empreiteira discutem a contratação do escritório de Márcio Thomaz Bastos, para “dar continuidade aos planos de obstrução”.

Maurício Ferro, cunhado de Marcelo e então diretor jurídico do grupo, ficou responsável pelos contatos com a banca do ex-ministro da Justiça e também com Giles Azevedo, chefe de gabinete de Dilma.

Alexandrino Alencar, por sua vez, estava incumbido de conversar com Lula sobre a estratégia.

Num email enviado a Alexandrino Alencar, com cópia para Maurício Ferro, Marcelo Odebrecht pergunta: “Como foi no instituto? O amigo do meu pai não tem como acionar tb o Lewan…?”.

 

 

Comentários

  • geraldo -

    E Alcolumbre com vergonha de instaurar a CPI da Lava Toga. Vergonha é que haja senadores da sua estirpe.

  • LUIZ -

    Já sei, já sei, a Esquerdalha irá gritar " É GOPI, É GOPI"

  • Ernesto -

    Cardoso não aceitar fazer o trabalho sujo foi noticiado na ocasião? Os petistas ficaram possessos!

Ler 184 comentários