Marcelo Odebrecht: obra no sítio era para a “pessoa física” de Lula

No depoimento à juíza Gabriela Hardt, Marcelo Odebrecht disse que a reforma no sítio de Atibaia foi uma compensação pessoal para Lula:

“Seria a primeira vez que a gente estaria fazendo uma coisa pessoal para presidente Lula. Até então, por exemplo, tinha tido o caso do terreno do instituto, bem ou mal, era para o Instituto Lula, não era pra pessoa física dele.”

A juíza então perguntou se Lula tinha consciência de que a obra estava sendo paga pela companhia. Marcelo respondeu:

”Ah, tinha, com certeza.”

A grande imprensa está, é claro, atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Sergio Moro... LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.
Tempo de publicação: 4 minutos

200

AJUDA