Márcio Anselmo chefiará combate a crime financeiro

A Época registra que o delegado Márcio Anselmo foi escolhido por Fernando Segovia para chefiar a divisão de Crimes Financeiros da Polícia Federal, em Brasília.

É uma boa notícia. Anselmo, que integrou a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, é considerado o maior especialista da PF em lavagem de dinheiro.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 13 comentários
  1. Qual o problema com a equipe que desmontou todo esse esquema criminoso?
    Não existem mais pessoas qualificadas para tocarem outras frentes?
    Isso me parece desmonte…
    E não confio um fio do meu cabelo à esse Segovia.

  2. Mais um encosto do serviço público que mostra o modus operandi da ineficiência estatal. O cara já foi transferido de vários postos de trabalho, sendo o último para um cargo burocrático da PF no ES e agora é nomeado para “combater” crimes financeiros em Brasília, sentado no colo do Chefe da Orcrim.

  3. Tapar sol com a peneira não vale. Depois de afirmar que nada prova contra Rocha Loures, no minimo ele estava com uma mala participando da corrida antecipada de São Silvestre, tudo agora fica nebuloso.

  4. É a luta do bem contra o mal. MPF, PF e Imprensa Investigativa combatendo uma organização criminosa poderosa que tem apoio de quase 100% dos políticos do País e metade do STF que tem o poder de decisão. O definidor dessa luta, maior interessado, assiste a tudo como se nada tivesse com o problema.

  5. Brasil só vive de aparências! Quero ver pegar os graúdos! Duvido! Daqui há 20 anos todos estaremos aqui discutindo ainda a Lava Jato! disse:

    Vai pegar só classe média pé-de-chinelo, eu aposto!
    Políticos lavam dinheiro, empreiteiros lavam dinheiro, gráficas lavam dinheiro, bancos de investimento lavam dinheiro, cervejarias lavam dinheiro, empresas que pegam bilhões subsidiados com o BNDES lavam dinheiro… Bilhões passam pelo COAF do BC, que se faz de morto! Bilhões são lavados com imóveis e a SRF nada vê. Até o TSE serve como lavanderia no Brasil. Talvez seja até a maior de todas.

    1. Após emitir opinião sobre a mala do Rocha Loures passa a ser duvidoso, suas ações agora podem estar tentando abafar a sua opinião um tanto suspeita.