Márcio França alfineta Doria e afaga Skaf

No discurso em que falou de sua ida ao segundo turno, Márcio França alfinetou o adversário, João Doria: “Fui lá dar um abraço no governador Alckmin, porque eu não traio e não dou as costas aos meus amigos. Eu tenho gratidão”.

França também disse ter recebido uma ligação de “meu amigo Paulo Skaf” –o terceiro colocado na disputa pelo Bandeirantes, com valiosos 21%.

Você sabe de tudo o que os petistas estão fazendo para eleger o poste e libertar Lula? Confira AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 14 comentários
  1. França só “esqueceu” de agradecer os votos que teve dos petistas na reta final. Sabendo que seu candidato estava bem longe de ganhar, houve intensa movimentação para pelo menos garantir segund

  2. O “Novo Governador de São Paulo”? Vice do Alckmin, caiu de paraquedas como o Temer! O PSB pertence ao clã da família Campos e Arraes de Pernambuco, de tradição comunista. Apoia o Lula e o PT!