Marco Aurélio defende dossiê: "Sem informação não se governa"

Marco Aurélio defende dossiê: “Sem informação não se governa”
Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Marco Aurélio defendeu o dossiê elaborado pelo governo para monitorar integrantes do “movimento antifascista”, de policiais e professores que se opõem a Jair Bolsonaro.

“O que verifiquei é um longo cadastro de pessoas naturais e entidades, como convém ao Ministério da Justiça que é também Ministério da Segurança Pública, de movimentos que estão ocorrendo no território brasileiro”, afirmou.

“A informação é básico, sem a informação eu digo mesmo que não se governa”, disse o ministro.

Marco Aurélio disse que o Ministério da Justiça monitora não só movimentos contrários ao governo, mas também favoráveis. Neste último relatório, disse o ministro, apareceria Sara ‘Winter’ Giromini.

“Se se tem monitoramento de movimento contrário ao governo, se tem também monitoramento de movimentos favoráveis ao governo. A conhecida Sara, por exemplo, está nesse cadastro, aliás em boa fotografia. Fizeram justiça ao fotografá-la para o cadastro.”

Leia mais: CHEQUES DE QUEIROZ A MICHELLE BOLSONARO: O PRÓXIMO CAPÍTULO
Mais lidas
  1. "Mega epidemia daqui a 60 dias"

  2. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  3. Bolsonaro contradiz governador do AM e alega que governo não foi informado de falta de oxigênio

  4. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

  5. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 24 comentários
TOPO