ACESSE

Marco Aurélio diz não concordar 'em nada' com mensagem de Celso de Mello

Telegram

Em entrevista ao portal jurídico Jota, Marco Aurélio Mello disse não concordar “em nada” com a mensagem veiculada por seu colega de STF Celso de Mello, em que o decano citou Hitler e apontou risco de intervenção militar no Brasil.

Segundo Marco Aurélio, “não bastasse crise de saúde e econômica”, o país está vivendo uma crise institucional. Nesse cenário, segundo o ministro, “não convém” conflito entre STF e Executivo.

“Precisamos de bombeiros, não incendiários.”

Leia também: STF x Bolsonaro: o presidente ainda mais exposto a riscos

Comentários

  • Moso -

    Bichas enroladas no intestino.

  • Rodrigo -

    Tá é com medo o Rolando Lero. Atua em uma instituição sem nenhuma credibilidade neste país (infelizmente). Ninguém apaga se tocar fogo.

  • Carmen -

    Continua o mesmo eterno passador de pano. Não toma jeito.

Ler 74 comentários