Marco Aurélio diz que Fux atuou como 'censor'

Marco Aurélio diz que Fux atuou como censor
Foto: Nilson Jr/SCO/STF

No voto contra a prisão de André do Rap, Marco Aurélio Mello voltou a criticar Luiz Fux, por ter suspendido, como presidente do Supremo, a liminar que concedeu liberdade ao traficante.

“Se arvorou o presidente em censor, em tutor, em curador de um par. Creio que esse poder o presidente não tem”, disse Marco Aurélio.

A crítica decorre do tipo de ação usado para derrubar a soltura: uma suspensão de liminar.

O único ministro apto a decidir nessa ação é o presidente do STF, mas apenas para suspender liminares de juízes e tribunais das demais instâncias, que estão abaixo da Corte.

O regimento e a jurisprudência do STF não permite que o presidente suspenda liminares dos demais ministros.

No julgamento de hoje, no entanto, a maioria ratificou a decisão de Fux levando em conta a gravidade e urgência do caso. Menos Marco Aurélio.

“Hoje o Supremo está permitindo a cassação individual, pelo presidente, de um ato de um integrante. O cesteiro que faz um cesto faz cento. Amanhã poderá ser com a liminar de outro integrante. Quem ganha com isso? Apenas a vaidade do presidente. O colegiado não ganha. É a divergência intestina encerrada na autofagia e que maior descrédito ocasiona ao Judiciário.”

Leia mais: Marco Aurélio e o caso André do Rap: como a lei (e a mais alta corte do país) pode ser usada para libertar um criminoso considerado perigoso?
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 34 comentários
TOPO