ACESSE

Marco Aurélio garante a Mantega direito de se calar na CPI do BNDES

Telegram

O ministro Marco Aurélio Mello deferiu liminar para garantir a Guido Mantega o direito de ficar em silêncio e de não se comprometer a falar a verdade hoje na CPI do BNDES.

O ex-ministro foi convocado para explicar os empréstimos do banco a empresas “campeãs nacionais” da era petista.

A defesa disse que ele já é acusado na Justiça por financiamentos concedidos à JBS e que pretende falar ao final do processo.

Marco Aurélio também proibiu a CPI de determinar a prisão de Mantega, mas negou pedido da defesa para ele pudesse ausentar-se.

O Antagonista+: podcasts exclusivos com os comentários e análises de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Diego Amorim e Renan Ramalho. CONFIRA

Comentários

  • AIrtom -

    Altamente suspeito o despacho do MAM -" ficar em silencio e de não se comprometer a falar a verdade" Mais um tapa na cara do Brasil .Então para que comparecer à CPI?

  • Fátima -

    Pra que gastar com advogado, se Mantega tem o ministro MAM? A suprema defesa do ministro fez gol de placa contra a Justiça.

  • Paulo -

    O STF sempre justifica suas absurdas decisões alegando que obedecem a constituição, o que sempre favorece aos criminosos. O Brasil necessita urgente de uma NOVA CONSTITUIÇÃO !

Ler 116 comentários