Marco Aurélio: "Não compreendo que alguém possa virar as costas a uma cadeira de juiz"

Marco Aurélio Mello disse que as mensagens vazadas “fragilizam o perfil” de Sergio Moro.

“Vi com muita tristeza. O juiz dialoga com as partes – e o Ministério Público é parte acusadora no processo – com absoluta publicidade, com absoluta transparência. Se admitiria um diálogo com os advogados da defesa? Não. Também não se pode admitir, por melhor que seja o objetivo, não se pode admitir com o Ministério Público. Em direito, meio justifica o fim; o fim ao meio, não.”

O ministro do STF acrescentou:

MORO PUNIDO E LULA SOLTO. É ISSO MESMO? Leia aqui

“Todos nós somos contra a corrupção, mas não o combate a ferro e fogo. Porque aí é retrocesso em termos de Estado democrático de direito. Se havia combinação de atos, Ministério Público e juiz, aí realmente se tem algo grave.”

Marco Aurélio também criticou Moro pela decisão de ter trocado a magistratura pela política:

“Não compreendo que alguém possa virar as costas a uma cadeira de juiz. E ele virou sem ser de uma família rica. Se ele fosse de uma família rica, e pudesse até partir para o ócio com dignidade, muito bem. Como é que se deixa um cargo efetivo dessa forma? Menosprezo à magistratura? Se foi, ele não está credenciado para o Supremo.”

Comentários

  • Sirlei -

    Marquinho,quando Moro decidiu deixar o magistrado, foi pra ajudar o Brasil em ruínas que os senhores do STF colaboraram muito com esse desmoronamento.Moro não precisa de apoio de Srs,é só serem ju

  • José -

    Esse ministro se diz contra a corrupção, mais as suas ações contra a Lava Jato, mostraram e mostram, o contrário. Não entendo como um ministro do STF corrobora com provas retiradas na escuridão

  • Carlos -

    "Ministro piada", Moro não mandou soltar milhares de assassinos, estupradores e ladrões, e corruptos como recentemente você tentou na surdina não faz muito tempo!!

Ler 351 comentários