Marco Aurélio pede vista, mas julgamento sobre Moro continua

Marco Aurélio pede vista, mas julgamento sobre Moro continua
Reprodução/STF

Após a formação da maioria no plenário para manter a suspeição de Sergio Moro no caso do triplex, Marco Aurélio Mello pediu vista no julgamento. Em regra, o pedido de vista deveria interromper a sessão, mas Rosa Weber decidiu votar mesmo assim.

“Peço vista, presidente, peço vista”, disse Marco Aurélio.

Na ordem de votação no plenário, ele vota depois de Rosa Weber, mas como o computador dela travou, ele pediu a palavra e pediu a vista.

A ministra chamou um técnico, solucionou o problema no computador e passou a votar.

“Eu quero votar. O ministro Marco Aurélio pediu vista, em função de eu não ter votado. Eu voto antes do ministro Marco Aurélio. Meu voto é rápido. Obrigada, presidente.”

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO