ACESSE

Marco Aurélio recusa convite por 'quebra de liturgia' de cerimonialista

Telegram

Marco Aurélio Mello devolveu convite para participar de solenidade no TRE de Santa Catarina porque um funcionário do cerimonial cometeu “quebra de liturgia própria do Judiciário”.

“Integrante do Cerimonial não se dirige diretamente a ministro do Supremo”, justificou Sua Excelência.

O ofício (veja abaixo) com a explicação foi enviado no último dia 23 ao presidente do TRE, que realizou, dois dias depois, homenagem com entrega de medalha ao ministro Jorge Mussi, do STJ.

Foto: Divulg

Como Gilmar Mendes agiu para impor sua vontade ao Supremo. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 136 comentários