ACESSE

Marco Aurélio solta 'cardume' de narcotraficantes

Telegram

O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, concedeu habeas corpus ao traficante Antônio Márcio Renes Araújo, preso em 2015 na Operação Cardume.

Na primeira instância, ele foi condenado a 197 anos de prisão por tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

A liminar teve seu efeito estendido a outros 11 integrantes da quadrilha condenados: Lindoberto Silva de Castro, Roberto Oliveira de Sousa, Edson Bruno Gonçalves Valentim Nogueira, Paulo Diego da Silva Araújo, Cícero de Brito, José Ivan Carmo de Brito, Leandro Monteiro Barros, George Gustavo da Silva, Marlene Alves da Silva e Adriano Rodrigues dos Santos.

Parte do grupo é investigada também por subornar policiais e desembargadores do TJCE.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 209 comentários