Maria da Penha no TSE

Celso de Mello levantou o sigilo da queixa feita pela mulher de Admar Gonzaga, que acusou o marido de agressão.

Ela acabou retirando a queixa, mas não adiantou nada: Celso de Mello deu continuidade ao processo com o argumento de que a tentativa de retratação “não possui qualquer eficácia em relação ao noticiado delito de lesões corporais”.

Agora o caso do ministro do TSE vai para a PGR, que talvez não queira jogar fora todas as provas contra ele.