Marina é a viúva da esquerda

Telegram

Sem Dilma e Lula na disputa presidencial, Marina Silva tende a herdar a maior parte dos votos da esquerda.

Outra parte se divide entre Joaquim Barbosa e Geraldo Alckmin, que aparecem empatados.

Nesse terceiro cenário sem o ex-presidente, Bolsonaro segue na liderança – sempre acima dos 20% da intenções do eleitor.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

O desafio para o deputado parece ser o segundo turno, quando uma ampla aliança em torno da ex-ministra de Lula pode virar o resultado.

 

Comentários

  • Jorge -

    A esquerda destruiu o Brasil, Venezuela e Argentina. Esses são os casos mais recentes; por isso Cuba não foi citada. Se eu fosse a Marina, tentaria me descolar da esquerda deletéria.

  • Antonio -

    Essa magricela não desiste. Se eleita será engolida pelo congresso corrupto. Será a Carminha da executivo!

  • Panaca -

    O maior erro da marina foi o da omissão nos momentos necessários. Ela não é viúva de ninguém. Ela é "largada do marido", o povo brasileiro.

Ler 32 comentários