Marina não vai atacar Ciro

Andrea Gouvêa, uma das coordenadoras da campanha de Marina Silva, disse a O Antagonista que embora Ciro Gomes tenha encostado na candidata — com base na mais recente pesquisa do Ibope –, o pedetista não deverá ser alvo de ataques.

“A Marina e o Ciro se falam muito bem, conversam muito bem. Certamente não teremos caneladas.”

Na avaliação de Andrea, o cenário ainda está “muito confuso” e ninguém está garantido no segundo turno, nem mesmo Jair Bolsonaro, líder em todas as pesquisas.

“Temos que ver se a subida do Ciro vai se consolidar e, principalmente, observar para onde vão os votos do Lula. Acho que todo mundo vai abocanhar um pouquinho.”

A coordenadora acrescentou que Marina “ainda tem espaço muito grande para crescer com essa questão das mulheres”, mas ponderou:

“A campanha da Marina não muda. Ela tem certeza do que está fazendo.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 11 comentários
  1. Faz todo sentido! São dois esquerdopatas, defensores do socialismo, que querem nos condenar ao eterno atraso. Ele foi parceiro do PT por 13 anos, Marina é a candidata melancia, alma vermelha.

  2. Ah tá! Se ele perceber que pode crescer, vai distribuir caneladas a vontade. E entre as mulheres, o próprio Ibope diz que ela está caindo. Não dá mais esconder que as mulheres estão com Bolsonaro.