Marina sem preconceitos

Em evento da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústria de Base (Abdib), em São Paulo, Marina Silva disse que, se eleita, não pretende acabar com “coisas boas” feitas em governos anteriores.

“É preciso que a gente substitua o projeto de poder por projeto de país. Não tenho preconceito com o legado do PT, não tenho preconceito com o legado bom do PSDB.”

Sobre alianças em eventual segundo turno, a candidata da Rede comentou:

“O segundo turno a gente discute no segundo turno. Eu sempre digo que vou governar com pessoas de bem de todos os partidos e da sociedade.”

E mais:

“Essa eleição é diferente, porque agora todos sabemos da verdade. Agora o desafio é o que fazer com essa verdade da Lava Jato.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 28 comentários
  1. Já viram né, a filhote do PT está mostrando para que veio. Diz que não mais a filosofia é a mesma. O modelo assistencalista da esquerda só gera preguiçosos, se vem de graça para que vou me esforçar.

  2. Só queremos saber a sua posição sobre o aborto e a liberalização das drogas.És à favor do genocídio de fetos?És à favor da destruição das famílias pelas drogasSIM- NÃO.A tartaruga equilibrista cansou.

  3. ” (…) Agora o desafio é o que fazer com essa verdade da Lava Jato.” Precisa dizer mais alguma coisa? Nem uma palavra sobre apoio para a PF e o MPF. Marina já disse ao que veio.

  4. Se ela não sabe o que fazer com as verdades descobertas pela Lava Jato, pode apoiar o Centrão de Alckmin, ou gritar pela liberdade de Lula. Ou ambos. É ruim, hein, Marina!

  5. “É preciso que a gente substitua o projeto de poder por projeto de país.“. 😱😱! Quer dizer que a senhora assume que o projeto anterior era um PROJETO DE PODER mesmo, madame?

  6. Quem iria discordar do Comentarista Green Is Good? Mas, a César o que é de César. Ao proclamar a relevância da Lava Jato para modernizar o País, atascado na corrupção política, Marina fez um ponto.

  7. A fadinha é o coringa vermelho da esquerda camuflada e doente! Acreditar em promessa de defunto, é como uma conversa de doido: você escuta e tira o óculos com medo de levar um murro sem motivo!

  8. O legado desses partidos foi o grande número de corruptos , políticos safados e uma imensa Orcrim que detruiu o país! E se reelejermos os mesmos continuaraemos patinando, e ainda temos o laxante GM!!

  9. Nota-se nos comentários certa aversão à candidata, o que se explica pelo descrédito dos políticos em geral. Mas, como os demais contribuintes, Marina tem exibido a coragem de prestigiar a Lava Jato.

    1. A aversão se deve pelo fato dela falar e nada dizer. Incluindo, aí, o tal do apoio à Lava-Jato. Note que ela não disse qual é a verdade, e nem quais são os pontos positivos dos governos anteriores.

  10. Certo, Marina! Prestigiar a Lava Jato é apoiar iniciativa modernizante, rara no País, atolado na cleptocracia urdida pelo Quadrilhão Multipartidário. É tb relevante combater a reeleição presidencial.

  11. Marina vai resolver o problema da criminalidade distribuindo bíblia e terços para a organização criminosa. Já está eleita no primeiro turno. Salve Mari…..Toda poderosa.

  12. Hehehehehe….vovó zilda é petista…quantos as coisas boas eu pergunto…ONDE ESTÃO? SÓ VI COISAS BOAS PARA OS PARTIDOS POLÍTICOS E EMPRESÁRIOS….O POVO TÁ FODIDO….

  13. Engraçada é a sentença: “Não tenho preconceito com o legado do PT, não tenho preconceito com o legado bom do PSDB.” Ela faz de tudo pra livrar a barra do PT, já que no dito só o PT tem um bom legado.

  14. Eu estava disposto a votar em alguém honesto, mas querem saber? FODHAM-SE! Vou votar no Lula ou no poste para manter os meus privilégios e aumento do meu salário. Brasileiro gosta é de sofrer mesmo!

  15. Essa coisa da floresta nos cansa, aff… tenho pressa que essa eleição venha logo para ela voltar logo para a floresta. Marina Comunista Delatada na Lava-a-Jato Silva, nós sabemos o que ou quem tu é.