Marina seria ‘ótima presidente no parlamentarismo’, diz ex-aliado

Alfredo Sirkis, coordenador da campanha de Marina Silva em 2010, disse à Folha que a ex-aliada seria uma “ótima presidente num regime parlamentarista”.

Para o ex-deputado –que também atuou na campanha da presidenciável da Rede em 2014, mas depois se afastou dela–, ela seria a “mais talhada” para o papel de chefe de estado, mas enfrentaria dificuldades no presidencialismo de coalizão.

De fato, nos quatro anos desde a última eleição presidencial, Marina conseguiu reunir uma incrível bancada de três parlamentares no Congresso.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 16 comentários
  1. Se ela quiser ser Presidente em um parlamentarismo é só escolher o país q/tenha essa modalidade de governo, fazer uma vaquinha virtual p/a passagem, só de ida, q/a gente dá a maior força. BOLSON

  2. E os 3 PATETAS dos ANTAS continuam querendo “divulgar” a LULA de SAIAS. A única coisa que o ESQUERDISTA Alfredo Serkis falou de IMPORTANTE na vida. Foi que a MARINA recebeu CAIXA 2 na LAVAJATO

  3. Ela tem sangue petista. Só um idiota completo para acreditar que Marina, enquanto ministra, desconhecia todas as maracutaias do mensalão. Se desconhecia, era muito burra e/ou inocente

  4. E os 3 PATETAS dos ANTAS continuam querendo “divulgar” a LULA de SAIAS. A única coisa que o ESQUERDISTA Alfredo Serkis falou de IMPORTANTE na vida. Foi que a MARINA recebeu CAIXA 2 na LAVAJATO