ACESSE

Marina sobre atentado a Bolsonaro: “E se aquela pessoa tivesse uma arma de fogo?”

Telegram

Marina Silva esteve hoje na rua 25 de Março, em São Paulo, para ato de campanha e comentou sobre o atentado a Jair Bolsonaro criticando o armamento civil.

“Eu fico pensando: que se Deus o livre aquela pessoa tivesse uma arma de fogo na mão, o que poderia ter acontecido”.

A candidata da Rede disse também que o “amor e o respeito dentro do coração” são mais eficazes do que uma “arma na mão” para proteger a sociedade da violência e do crime.

Comentários

  • Kalá -

    Fofa !.

  • Francisco -

    ...Sem dizer que o terrorista foi filiado ao PSOL, que já teve um histórico de antissemitas em suas fileiras, como um vagaba que queimou uma bandeira de Israel em uma manifestação.

  • Maurício -

    Essa cantilena já enjoou. Lamentam o atentado e querem insinuar que a vítima é a culpada. Parece que não há arma de fogo no Brasil sem autorização, após o estatuto do desarmamento. Nos poupe c

Ler 320 comentários