Mário Frias agora pede "humildade e lealdade"

Mário Frias é uma piada.

Mais cedo, ele disse que Jair Bolsonaro “não indica ministro para o Supremo” e jogou a responsabilidade toda para o Senado, que, historicamente, faz sabatinas protocolares somente para obedecer o rito burocrático da indicação.

Agora, com o anúncio da indicação de Kassio Marques para o STF, o secretário da Cultura afirmou no Twitter que “um pouco de humildade e lealdade nunca será demais” e diz que “a política é o novo futebol”.

“Se dependesse dos super gênios e experts do momento, Janaina Paschoal seria vice, Moro estaria no STF e o Deltan Dallagnol na PGR.”

Agora se tem Mario Frias como secretário especial da Cultura.

Leia mais: Mario Sabino: 'Não é segredo que Gilmar Mendes se considera o verdadeiro chefe do Poder Judiciário'
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 43 comentários
TOPO