Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mario Sabino: 'Contra a pena de morte para Bolsonaro'

'Acho de uma imoralidade absoluta externar o desejo pela morte de um adversário'; 'Há um nome simples para isso: vingança'
Mario Sabino: Contra a pena de morte para Bolsonaro
Foto: Renzo Fedri/O Antagonista

Em sua coluna na Crusoé, Mario Sabino condenou os comentários favoráveis à morte de Jair Bolsonaro, depois que o presidente foi internado às pressas com uma obstrução intestinal.

Há um nome simples para isso: vingança. É inevitável ter pensamentos vingativos extremos; perfeitamente evitável é expressá-los. Eu me choco com os comentários de quem manifesta a vontade de que Jair Bolsonaro morra. Também me chocava com quem dizia que o câncer deveria levar embora Lula e Dilma Rousseff. Acho de uma imoralidade absoluta externar o desejo pela morte de um adversário, como se os embates do dia a dia individual ou da política fossem guerras de extermínio. Já vi gente comemorar a morte de desafetos e senti um desgosto profundo pela nossa espécie. É como se não tivéssemos introjetado o que chamamos justiça.”

“É difícil defender o conceito de justiça em país tão feroz quanto o Brasil, onde essa ferocidade se manifesta em todos os planos, inclusive nos tribunais, mas é na savana que ela se torna mais necessária, ou todos acabamos nos devorando uns aos outros. Eu diria que o limite entre externar o desejo pela morte do outro e as vias de fato é mais tênue do que se imagina. Explico: é como se o desaparecimento do oponente, por obra de doença, acidente ou atentado, fosse o cumprimento de uma pena capital imposta por nossa vontade individual.”

Leia a coluna completa aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO