Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mario Sabino: Em fuga do Brasil

"La Grande Librairie [programa literário da TV francesa] me faz escapar do Brasil para um planeta onde há vida inteligente, nos quais há programas sem apresentadores robotizados ou histriônicos", escreve Sabino na Crusoé
Mario Sabino: Em fuga do Brasil
Foto: Renzo Fedri/O Antagonista

Em sua coluna na Crusoé que foi ao ar nesta sexta (11), Mario Sabino comenta um dos modos possíveis de fugir do Brasil: assistir ao programa literário francês La Grande Librairie, da TV5 Monde, no ar desde 2008.

La Grande Librairie me faz escapar do Brasil para um planeta onde há vida inteligente, nos quais há programas sem apresentadores robotizados ou histriônicos, que não tratam os espectadores como se fossem um bando de Homers Simpson. A TV francesa está cheia de atrações boçais e vulgares também, mas ainda sobra bastante espaço para a discussão intelectual refinada, os debates políticos de ótimo nível e reportagens de fôlego, assim como ocorre em outros países ocidentais com grande tradição cultural. Há de se reconhecer, contudo, que La Grande Librairie é uma emissão que só poderia existir na França (assim como o extinto Bouillon de Culture, ou Caldo de Cultura, de Bernard Pivot), país onde a literatura ocupa um papel central na sociedade.”

O texto também fala do refugiado afegão Mahmud Nasimi, um dos entrevistados do programa, ex-sem-teto que se apaixonou pelos clássicos da literatura francesa e escreveu um livro para contar a sua história: “Encontrei entre os mortos os amigos que não encontrei entre os vivos”.

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
TOPO