Mario Sabino: Feliz aniversário, Mario

Mario Sabino: Feliz aniversário, Mario
Foto: Renzo Fedri/O Antagonista

Mario Sabino, na Crusoé desta semana:

“Na semana que vem faço aniversário. Já ganhei dois presentes. O primeiro foi a edição turca do meu romance de estreia, O Dia em que Matei meu Pai. Agora são doze os países nos quais o livro foi publicado, afora o Brasil. Foi um presente-surpresa (…).

O segundo foi uma decisão do ministro Alexandre de Moraes. Ele indeferiu o pedido do meu advogado, André Marsiglia dos Santos, para que a Crusoé, O Antagonista e eu fôssemos excluídos do inquérito do fim do mundo, aberto de ofício por Dias Toffoli, em 2019, para investigar ameaças ao Supremo Tribunal Federal. Foi no âmbito desse inquérito que a Crusoé — e O Antagonista — foram censurados e o ministro determinou que eu prestasse depoimento a um delegado da Polícia Federal. Como talvez você lembre, o motivo dessa delicadeza toda foi termos publicado uma reportagem baseada em documento legal sobre o codinome de Dias Toffoli usado por Marcelo Odebrecht em mensagem endereçada a um executivo da empreiteira que mantinha um departamento dedicado a pagar propinas em Brasília (…)”.

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: A prisão do deputado Daniel Silveira, que ofendeu ministros do STF num vídeo, é mais um capítulo da avacalhação da democracia brasileira.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO