Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mario Sabino: Festa de 60 anos

'É pela ausência de rancores eternos que posso me divertir com a ideia de convidar todos os meus desafetos para uma grande festa de 60 anos'
Mario Sabino: Festa de 60 anos
Foto: Renzo Fedri/O Antagonista

Em sua coluna para a Crusoé que foi ao ar nesta sexta (25), Mario Sabino especula como seria convidar todos os seus desafetos para uma grande festa —que não ocorrerá— em comemoração dos seus 60 anos, em 2022.

“Esforcei-me bastante para conquistar alguns desses desafetos; em relação a outros, não foi preciso muito esforço. Existem antipatias naturais que se impõem a quaisquer coincidências de gosto ou ideias. Quanto às simpatias que se esvanecem, constato a verdade do lugar-comum: os piores desafetos são os ex-amigos. Ex-amigo é que costuma ser para sempre. Felizmente, como não sou homem de muitos amigos, tenho poucos ex-amigos. Na condição de ex-amigo, contudo, contrario o clichê e sou efêmero. Eles simplesmente deixam de existir para mim. Para ser sincero, é assim em relação a todos os meus antípodas. Talvez por desvio psicológico (longe de mim achar que tenho superioridade moral), não nutro rancores eternos — o que não significa que sairia abraçando por aí quem me odeia. (…) É pela ausência de rancores eternos que posso me divertir com a ideia de convidar todos os meus desafetos para uma grande festa de 60 anos.

Na minha lista de convidados, embatuquei com um nome: Raduan Nassar.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO