Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mario Sabino: O caviar podre da esquerda

Mario Sabino: O caviar podre da esquerda
Foto: Renzo Fedri/O Antagonista

Em sua coluna na Crusoé desta semana, Mario Sabino comenta o caso de Olivier Duhamel, expoente da “esquerda caviar” francesa acusado de ter abusado sexualmente de seu enteado de 13 anos no fim da década de 1980.

“Duhamel teve a sua monstruosidade exposta porque a irmã gêmea da vítima publicou, em janeiro último, um livro intitulado La Familia Grande, no qual revela o abuso do padrasto. Interrompi outras leituras para ler o livro de Camille Kouchner, recém-entregue pela Amazon. O seu relato é extraordinário. (…)

(…) Camille diz que não revelou nada. O abuso contra o seu irmão gêmeo era fato que concentricamente passou a ser conhecido de todos os que orbitavam ao redor do seu padrasto. A regra, contudo, era a da omertà. Olivier Duhamel é filho de ex-ministro, fez carreira estelar de professor a presidente do Instituto de Estudos Políticos de Paris (a famosa escola Sciences Po), foi eurodeputado do Partido Socialista, é figura badalada no mundo intelectual parisiense e personalidade cultural e política cuja fama foi amplificada pela rádio e televisão francesas. Até o escândalo eclodir, comandava um programa de boa audiência. Grande demais, com conexões demais, para ser denunciado.”

LEIA AQUI a íntegra da coluna; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO