MARMELADA NO TSE

O julgamento no TSE será uma marmelada colossal.

Os defensores de Michel Temer já decidiram até o nome do ministro que vai pedir vista, interrompendo o processo.

Trata-se de Admar Gonzaga, que ainda nem assumiu.

O plano é iniciar o julgamento apenas no fim de abril, contando com os passeios europeus de Gilmar Mendes.

Até lá, Henrique Neves terá cedido sua vaga no tribunal para Admar Gonzaga, indicado por Michel Temer.

Seu primeiro ato será pedir vista.

O ministro Herman Benjamin fez um trabalho extraordinário, revelando o maior furto eleitoral da história.

Infelizmente, seus colegas escolheram jogar tudo no lixo.

Faça o primeiro comentário