Marqueteiro agendou “retorno imediato”

A defesa de João Santana e Monica Moura protocolou há pouco na Justiça Federal em Curitiba documento informando que o casal tomou conhecimento da Operação Acarajé e agendou “seu imediato retorno ao Brasil”.

Os advogados chamaram de “mentirosa e leviana” a informação de que retornariam hoje ao Brasil. Informação, aliás, fornecida pela própria Lava Jato. Segundo eles, os bilhetes foram emitidos há mais de uma semana “por engano”.

Bem, não faz diferença. Ambos serão presos.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200