Marqueteiro deixa Aliança pelo Brasil: "Minha missão já está cumprida"

Marqueteiro deixa Aliança pelo Brasil: “Minha missão já está cumprida”
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O marqueteiro Sergio Lima deixou a Aliança pelo Brasil, partido que Jair Bolsonaro e seus apoiadores tentam criar. A informação foi confirmada pelo próprio Lima a O Antagonista.

“Não é uma questão de saída ou não. Minha missão já está cumprida. Eu fiz a comunicação, não sou político, não vivo de política. Fiz a minha parte, o partido já é o maior da internet. Eu só me afastei para cuidar das minhas coisas. Sempre que o presidente precisar, ele vai poder contar comigo.”

Como mostramos, Sergio Lima é um dos alvos do inquérito do STF que investiga a organização e financiamento de atos antidemocráticos.

Em depoimento revelado pela CNN Brasil, o vice-presidente da Aliança, Luís Felipe Belmonte, confirmou que transferiu R$ 805 mil para as empresas do marqueteiro. As transações suspeitas, segundo Belmonte, seriam pagamentos para a criação do site e administração de suas redes sociais.

A Polícia Federal ainda identificou a transferência de mais R$ 1,5 milhão da conta de Belmonte para Lima. O empresário disse aos investigadores ser um empréstimo para que o marqueteiro instalasse sua empresa de publicidade no Distrito Federal.

A O Antagonista, Lima negou que a saída da Aliança tenha relação com a investigação. “Não tem nada a ver. Eu já tinha avisado antes, mas acho que só ficaram sabendo agora que eu não estou mais na operação em si. Não tem nada a ver uma coisa com a outra”, disse.

Leia mais: Combo Crusoé e O Antagonista+: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 18 comentários
TOPO