Marta e Lula, separados mas juntinhos

Gostam de dizer que Lula é de uma esperteza infinita — mas, para isso, ele conta também com a ingenuidade infinita de jornalistas. Noticiou-se que Lula costurou a troca de secretários na administração Haddad, para fortalecer a aliança com o PMDB em São Paulo e, assim, criar uma barreira anti-Marta Suplicy, que soltou os cachorros contra Dilma e dillmetes numa entrevista ao Estadão. Errado. Marta não deu — e não dá — um passo sem ouvir Lula. Na eventualidade de Marta sair mesmo do partido, Lula também estará juntinho dela. O seu plano é estar em todos os lados em relação a “tudo isso que está aí” — contra, a favor ou muito pelo contrário. No final, só depende da direção do vento — e da sua saúde.

Faça o primeiro comentário