Marun tenta afagar congressistas

Depois da chiadeira de Rodrigo Maia e Eunício Oliveira, Carlos Marun veio a público dizer que o governo reconhece a prerrogativa dos presidentes das duas Casas de pautar matérias.

O ministro da Secretaria de Governo alegou que a lista de medidas econômicas anunciada no Planalto na segunda foi só uma “sugestão de priorização”.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 3 comentários