ACESSE

Mattar se sentia desprestigiado no governo

Telegram

O pedido de demissão de Salim Mattar nesta terça-feira, 11, pegou de surpresa integrantes do governo que vinham conversando diariamente com o secretário, conta André Spigariol na Crusoé.

Segundo eles, Mattar parecia menos descontente com a agenda de privatizações do governo nas últimas semanas, graças aos avanços nos processos de venda dos Correios e da Telebrás.

O secretário de Desestatização vinha se sentindo desprestigiado por conta das tentativas do governo de concentrar o plano de privatizações no Programa de Participações e Investimentos, comandado por Martha Seillier.

LEIA AQUI a íntegra da reportagem.

Leia mais: Exclusivo: O 'blog' do Aras

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários