Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

MDB ganha mais um senador e também quer ministério

Partido já tem dois dos três cargos de liderança do governo no Parlamento: Eduardo Gomes, líder no Congresso, e Fernando Bezerra Coelho, no Senado
MDB ganha mais um senador e também quer ministério
Foto: Reprodução, redes sociais

O senador Giordano (foto), que assumiu a vaga no Senado com a morte de Major Olímpio, vítima de Covid, confirmou que trocará o PSL pelo MDB.

Com isso, a bancada emedebista se consolidará como a maior, passando a ter 16 representantes. O PSD, com 12 senadores, tem a segunda maior bancada.

A cerimônia de filiação de Giordano será em 16 de agosto, em São Paulo.

Diante das mudanças previstas na Esplanada para os próximos dias, o MDB também fez chegar a Jair Bolsonaro o desejo de ser contemplado com algum ministério. Um dos possíveis nomes para assumir alguma pasta é o do senador Eduardo Gomes, atual líder do governo Bolsonaro no Congresso.

No início do governo, Bolsonaro teve como ministro da Cidadania o deputado federal emedebista Osmar Terra, mas ele era considerado da cota pessoal do presidente, e não uma indicação partidária.

Agora, o partido que tem também o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho, reivindica um ministério para si.

“Não sei se será uma coisa fácil, está tudo muito confuso ainda no Planalto. Mas, se o governo tiver competência, vai puxar o MDB para dentro do governo de vez”, comentou uma liderança emedebista, pedindo reserva.

O MDB é o mesmo partido de Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, e do ex-presidente do Senado Eunício Oliveira, que já negocia com Lula.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO