MDB já avisou a Alcolumbre que não topa "reeleição com liminar"

MDB já avisou a Alcolumbre que não topa “reeleição com liminar”
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O Antagonista apurou que lideranças do MDB no Senado já avisaram a Davi Alcolumbre que não caminharão com o senador do Amapá se ele não receber um aval jurídico consistente para buscar a reeleição, hoje claramente inconstitucional.

Apesar da sinalização, a bancada está dividida. Os senadores Fernando Bezerra Coelho e Eduardo Gomes, líderes do governo no Senado e no Congresso, respectivamente, por exemplo, defendem, até aqui, a reeleição de Alcolumbre, que ainda conta com a simpatia do Palácio do Planalto.

É certo, porém, que, nos últimos dias, surgiram avaliações no MDB de que abraçar a tese da reeleição pode ser “perigosa” se for encampada pelo partido, que tem alardeado tanto “independência”, “democracia” e “respeito à Constituição”.

Também há o entendimento de que a reeleição de Alcolumbre “por liminar” seria “uma aventura” que poderia desmoralizar e desestabilizar o Senado em um momento já difícil do país. Por ora, no entanto, os emedebistas farão esforço para evitar qualquer movimento público brusco contra Alcolumbre.

Vale lembrar que o MDB, com 13 senadores, tem a maior bancada do Senado e, por tradição, indica candidato à eleição da Mesa Diretora. No ano passado, o partido rachou e Renan Calheiros, em um jogo sujo, derrotou Simone Tebet internamente. Sendo o candidato da legenda, o alagoano acabou dando a vitória de presente para o senador do Amapá de primeiro mandato.

Leia também aqui por que até aliados poderão pular do barco de Davi Alcolumbre. Leia, ainda, o texto de Mario Sabino A reeleição de Alcolumbre e Maia tem nome: golpe branco.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais lidas
  1. Huck 2026?

  2. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  3. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  4. Com recorde de mortes, Minas descarta quarentena

  5. Bolsonaro contradiz governador do AM e alega que governo não foi informado de falta de oxigênio

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários
TOPO