MEC quer ampliar para 15% participação da União no Fundeb

Após reunião com Paulo Guedes, Abraham Weintraub afirmou que o MEC mantém a proposta de aumentar, de forma gradual, a participação da União de 10% para 15% no Fundeb, informa o Estadão. Os recursos viriam do fundo constitucional.

Segundo a legislação atual, o Fundeb deve ser extinto em dezembro de 2020, mas uma PEC na Câmara tenta torná-lo permanente.

A relatora da proposta, Professora Dorinha, apresentou ontem a minuta de seu parecer propondo que a União aumente o aporte no fundo para 40% até 2031. Pelas contas da equipe econômica, a medida teria impacto de R$ 855 bilhões em dez ano.

"As universidades públicas brasileiras gastam demais e educam de menos." LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Marcelo disse:

    Q29tbyBjb25oZWNlZG9yYSBkZSBub3NzYSBkZXNlc3BlcmFkb3JhIHNpdHVh5+NvIGZpc2NhbCwgRG9yaW5oYSDpIHVtYSBncmFuZGUgcHJvZmVzc29yYS4=

Ler comentários
  1. Maria disse:

    RXNxdWXnYS4uLmFzIHVuaXZlcnNpZGFkZXMgbuNvIGVzdONvIGNoZWlhcyBkZSBncmFuZGVzIHBlc3F1aXNhZG9yZXMuLi5wcm9kdXppbmRvIHRlY25vbG9naWEgZGUgcG9udGEuLi5lbnTjbyB2ZW5kYW0sIGZh52FtIGNvbnZlbmlvcywgc2UgdmlyZW0uLi52428gZ2FuaGFyIGRpbmhlaXJvLi4u