Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Médica pró-cloroquina nega ter sugerido ao Planalto mudar bula de remédio

Em nota, Nise Yamaguchi alega que fala do diretor-geral da Anvisa "não representa a realidade" e diz estar disposta a depor na CPI da Covid
Médica pró-cloroquina nega ter sugerido ao Planalto mudar bula de remédio
Foto: Reprodução

A médica cloroquiner Nise Yamaguchi negou, em nota enviada à Folha, ter sugerido mudar por decreto a bula da cloroquina, como disse o diretor-geral da Anvisa, Antônio Barra Torres, à CPI da Covid nesta terça-feira, 11.

“Em relação à declaração do presidente da Anvisa hoje à CPI da Covid-19, o exmo. Dr. Almirante Barra Torres, esta não representa a realidade”, disse Nise na nota.

A médica alegou ainda que “existem evidências científicas comprovadas para o uso de medicações que possam auxiliar no combate às fases iniciais da Covid-19” e disse que, caso convocada, estará “à disposição” da CPI para esclarecimentos.

Em seu depoimento de hoje, Barra Torres não só confirmou o depoimento de Luiz Henrique Mandetta —que havia mencionado uma reunião com ministros no Palácio do Planalto para mudar a bula do remédio e “indicá-lo” para o tratamento da Covid— como citou especificamente Nise Yamaguchi, que chegou a ser cotada para chefiar a Saúde.

“Ela fez uma proposta absurda. Ninguém pode propor isso. Só o laboratório pode propor isso”, declarou o diretor-geral da Anvisa.

Leia mais: As notas exclusivas da Crusoé são fonte de informação indispensável para entender o que ocorre na capital federal e adjacências.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO