Queiroga finalmente se manifesta sobre a cloroquina: “Medicação sem eficácia”

Quando esteve na CPI da Covid pela primeira vez, em 6 de maio, o ministro evitou se manifestar sobre os remédios defendidos por Bolsonaro
Queiroga finalmente se manifesta sobre a cloroquina: “Medicação sem eficácia”
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou há pouco à CPI da Covid que a cloroquina e a ivermectina são medicamentos “sem eficácia comprovada”.

Quando esteve na CPI da Covid pela primeira vez, em 6 de maio, Queiroga evitou se manifestar sobre os fármacos que são defendidos por Jair Bolsonaro.

“Essas medicações não têm eficácia comprovada. Esse assunto é um motivo de deliberação da Conitec [Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde]”, disse Queiroga.

“Para mim , esse tratamento não tem eficácia e ponto final”, complementou.

Mais cedo, o ministro da Saúde classificou como “lateral” a discussão sobre o chamado “tratamento precoce”.

Mais notícias
TOPO