Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Médico fala em “assédio moral” na Prevent Senior: “Hierarquia mais rígida que na PM"

Walter Correa de Souza Neto afirmou também que os empregados do plano de saúde eram obrigados a cantar um hino de lealdade
Médico fala em “assédio moral” na Prevent Senior: “Hierarquia mais rígida que na PM”
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O ex-médico da Prevent Senior Walter Correa de Souza Neto afirmou há pouco à CPI da Covid que a hierarquia dentro do plano de saúde era “baseada em ações de assédio moral”.

Neto afirmou também que a cobrança por lealdade e obediência era mais rígida do que na Polícia Militar, por exemplo.

“Era uma hierarquia que se baseava até em assédio moral. A gente vivia em um ambiente em que as pessoas até evitaram contrariar as determinações dos superiores”, disse o médico.

“Fui bombeiro militar e policial civil e não havia hierarquia tão rígida como o que acontecia na Prevent Senior. Se voltar contra qualquer orientação do seu superior poderia resultar em represálias importantes e até perder o seu trabalho”, disse.

Ele destacou também que os empregados da Prevent Senior eram obrigados a cantar um hino de lealdade ao plano de saúde.

“Eles cobravam lealdade e obediência. Mas pararam de usar esse termo [hino] porque houve processos”, declarou.

Mais notícias
TOPO