Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Médicos denunciam Prevent Senior

Três médicos da Prevent Senior dizem em entrevista para a TV que a empresa fraudou estudo sobre a cloroquina
Médicos denunciam Prevent Senior
Foto: Reprodução/Facebook

Alguns dos médicos que acusaram a Prevent Senior de ter fraudado um estudo sobre a hidroxicloroquina, ocultando a morte de sete pacientes com Covid, resolveram denunciar a empresa publicamente.

Trata-se de George Joppert, Andressa Joppert e Walter Correa.

Em entrevista para o Fantástico, George Joppert disse:

“Eles chamaram para a gente revisar os dados. Depois até que o estudo já estava escrito. Tanto que o nosso nome não está no estudo”.

O estudo, aliás, nem era um estudo:

“Nós ficamos sabendo que não tinha nenhum parecer do Comitê de Ética. Isso daí fere o principal, né? Em qualquer escola de Medicina, na iniciação científica, a primeira coisa que você aprende é a ética em pesquisa. Se você não tem a ética em pesquisa, nenhum, nenhum estudo é válido”.

De acordo com Andressa Joppert, os médicos eram pressionados pela empresa a prescrever o medicamento até para doentes com problemas cardíacos:

“Mesmo com aquela contraindicação, fui orientada. Não prescrevi e fui chamada atenção. Infelizmente, eles têm essa política, mas a gente sempre tentou fazer com a parte da ética. Eu mesma, por várias vezes, levei bronca por não cumprir a meta”.

Quem não cumpria a meta, segundo os médicos, era punido:

“Eles estavam de olho em quem prescrevia ou não. Quem não passasse as prescrições ficaria sem os plantões uma semana, duas. Então esse castigo seria isso. Ele não teria o dinheiro dele planejado no fim do mês”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO