Medo da criminalidade faz procura por carros blindados disparar no Rio

Ter um veículo blindado foi, por muito tempo, um luxo para poucos no Rio de Janeiro, mas a escalada da violência fez carros à prova de bala passarem a ser comprados em maior quantidade pela classe média, que, muitas vezes, opta por equipar automóveis usados, registra O Globo.

“Um levantamento do Detran aponta que 12.101 veículos desse tipo circulam pelo estado. Cinco anos atrás, eram 2.554 nas ruas. E o Exército, que concede as permissões para o reforço de vidros e carrocerias, já deu 1.382 licenças nos últimos oito meses — duas a mais que o total registrado ao longo de 2017.

Segundo o Detran, entre 2010 e 2017, a quantidade anual de novos registros de veículos blindados no estado saltou 469% (de 423 para 2.408 unidades).”

O preço atual da blindagem gira em torno de R$ 53 mil, considerando o tipo III-A, o mais alto nível permitido para civis.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 22 comentários
  1. Chegou a hora: Vamos triplicar os votos para Bolsonaro. Você que apóia o MITO consiga três votos ou mais. Vamos elegê-lo no1º turno. Espalhe essa idéia. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos

    1. Eu fiz melhor: fui embora do Brasil há 20 anos atrás. Que maravilha é morar num prédio sem grades, sem mendigos ou pivetes nas ruas, sem trombadinhas, sem assaltos, sem mortes. Não tem preço.

  2. Este fato com certeza absoluta deve ser, medo de Bolsonaro. Viva a Venezuela, Viva Cuba, Viva Coreia do Norte. Pra consertar isso só Gleisi, Manoela, Renan, Temer, Lula, Juca, Gilmar, Toffoli, …..

    1. Morre abatido nas ruas por marginais. E se deixar espolio, o Estado corrupto, ineficiente e tolerante/conivente com os criminosso de colarinho branco ainda vai taxar boa parte da herança