ACESSE

"Medo de Moro em 2022"

Telegram

“Medo de Sergio Moro em 2022 levou Centrão a apoiar Bolsonaro.”

O Estadão resumiu perfeitamente o que ocorreu nos últimos meses, tanto no Palácio do Planalto quanto no Congresso Nacional.

Diz a reportagem:

“Sem um candidato de peso para chamar de seu no campo da direita ou mesmo da centro-direita, o grupo teme que um eventual afastamento de Bolsonaro fortaleça a eleição do ex-ministro Sergio Moro ao Palácio do Planalto, em 2022. Quando era juiz da Lava Jato, Moro foi algoz de vários dirigentes do Centrão.”

Não é medo de Sergio Moro, portanto. É medo de cadeia.

Leia mais: Moro exclusivo: 'O senhor das moscas'

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 192 comentários